sexta-feira, 5 de outubro de 2007

29 ANOS DE DIFERENÇA E SEMPRE A POESIA

Mão amiga enviou-me estas duas imagens. E foi a mesma mão que as tirou às duas com 29 anos de diferença. Ambas no Porto. No meio, dores e tristezas, alegrias, pequenos naufrágios, grandes sonhos, os amigos, os afectos, a vida. E a poesia. Sempre.

1 comentário:

Artur disse...

Tempus fugit... mas não há dúvida que o aproveitas bem.